3 passos para melhorar o relacionamento com o seu cliente na advocacia

capa-blog
Para o seu cliente, a ação judicial dele é considerada “a mais importante” do escritório e, por isso, compreender o que ocorre em seu processo é premissa básica para que o seu cliente possua um atendimento de excelência.

A advocacia é uma das profissões mais nobres de que se tem notícia, afinal, os advogados são responsáveis pela tutela dos mais diversos direitos, garantindo, em um fim último, a ordem e a paz social.

Mas certo também é que a profissão tem passado por profundas mudanças, exigindo uma postura proativa dos advogados perante a sua clientela. Aquela imagem do advogado sentado esperando o cliente bater à sua porta não condiz com a realidade brasileira de mais de 1.2 milhão de advogados, em um universo de mais de 853.000 estudantes de Direito. Este cenário de concorrência não compactua com a passividade.

Tampouco compactua com a imagem atual do advogado que espera o seu cliente lhe procurar para saber notícias do processo ou do serviço jurídico contratado. Quantas vezes você já ouviu a frase: “Ô Dr., e o meu processo?”

Ouso dizer que quanto mais vezes você ouviu essa frase, mais o seu cliente viveu momentos de angústia.

Para o seu cliente, a ação judicial dele é considerada “a mais importante” do escritório e, por isso, compreender o que ocorre em seu processo é premissa básica para que o seu cliente possua um atendimento de excelência.

Para que o seu cliente experencie o melhor da sua advocacia, listamos a seguir três passos que você pode adotar hoje na rotina do seu escritório:  

1º) Mudar a mentalidade de que o cliente é um ‘problema’ ou ‘incômodo’

Quando o cliente pergunta sobre o processo, na correria do dia a dia, nós advogados temos a tendência de enxergar essa situação como um incômodo. Afinal de contas, são tantas tarefas a serem executadas para que um escritório funcione, que ser interpelado sobre o que ocorre no processo pode parecer uma cobrança excessiva do cliente e significar um desgaste na relação profissional.

No entanto, não podemos perder de vista que o seu cliente é a razão de ser do seu escritório.

  • É em função do serviço jurídico prestado a ele que você se formou e montou um escritório;
  • É ele quem irá pagar os seus honorários;
  • E é ele quem irá indicar o seu trabalho e impulsionar o seu crescimento na sua área de atuação.
  • Além do mais, esse mesmo cliente pode gostar tanto do seu trabalho, que ele mesmo pode trazer novas demandas para o seu escritório.


Por isso, a melhor forma de prover um atendimento de excelência é adotar a mentalidade de que, por mais boba que pareça a dúvida do seu cliente, e por mais corrida que seja a sua rotina, ele é a figura central do seu escritório.

Esta mudança de mindset será crucial para que você agregue o máximo de valor na relação profissional estabelecida com o seu cliente.

2º) Prestar seu serviço jurídico não significa apenas fazer a defesa judicial do seu cliente

É muito comum que nós advogados foquemos quase que totalmente os nossos esforços na defesa dos clientes em seus processos na Justiça, até porque, esta tarefa realmente demanda muito tempo de estudo e elaboração das peças jurídicas.

Mas é preciso saber que o seu cliente terá uma percepção acerca do seu trabalho durante todos os pontos de contato estabelecidos com ele, quer você esteja preparado ou não.

A percepção do seu cliente é, portanto, essencial, e vai muito além de um simples resultado da prestação de serviços jurídicos. Além do mais, ela será construída antes mesmo de você conhecer o seu cliente.

A percepção do seu cliente começa quando ele descobre que você existe, seja por meio de uma indicação, de um artigo veiculado no seu site, de uma postagem em suas redes sociais, por meio de uma palestra que você ministrou, de um vídeo veiculado.

E ela percorre vários outros aspectos:

  • Como o seu cliente é atendido em seu escritório?
  • Você demora para fazer o primeiro atendimento?
  • Você o deixa esperando por muito tempo no dia do atendimento?
  • Você possui um ambiente agradável e que não o intimide?
  • Quando o cliente é atendido por videoconferência ou em um coworking, o ambiente é silencioso e permite a fluência da conversa?
  • Como você mantém o cliente informado sobre o que ocorre em seu processo?
  • Você possui tempo para explicar as movimentações processuais?
  • Seu cliente é prontamente atendido quando pergunta sobre o andamento do processo?
  • Você já deixou de responder algum cliente por falta de tempo?
  • Já perdeu algum cliente pela ausência de comunicação?
  • Você mantém vários pontos de contato ao longo de toda a jornada do cliente?
  • Você faz NPS (Net Promoter Score) para avaliar o atendimento do escritório em cada serviço prestado?

3º) Estabeleça vários pontos de contato com o seu cliente durante os longos anos em que você o defende 

Como advogado você sabe como ninguém que o Poder Judiciário é moroso. Se você se comunica com os seus clientes apenas quando há fatos importantes no processo, como quando há agendamento de uma audiência, a necessidade de pagamento de guia de custas ou para informar o resultado da sentença, isso significa que o seu cliente, potencialmente, ficará anos sem ter notícias sobre o processo, e portanto, sem ter notícias sobre você.

Sabe aquela famosa frase: “quem não é visto não é lembrado?”

Sem o estabelecimento de vários pontos de contato durante os longos anos em que você o defende, o seu cliente terá a sensação de que o seu advogado “sumiu”, de que o processo está caminhando sem controle e não valorizará o seu trabalho, por mais que você se empenhe diariamente para ser um advogado de excelência.

Conclusão: de 0 a 10, quanto os seus clientes indicariam o seu escritório?

Como a tecnologia pode te ajudar no relacionamento com o seu cliente na advocacia

Após entender como esses três passos podem transformar positivamente o relacionamento com seus clientes, imagine como a IVi pode potencializar essas práticas.

Garanta um atendimento ainda mais eficiente, mantendo seus clientes informados de maneira proativa e automática, com um chatbot inteligente, eliminando a ansiedade relacionada ao andamento do processo.

Faça como muitos escritórios que já adotaram a IViJur e proporcionaram experiências únicas aos seus clientes.

Conheça agora mesmo a solução que está revolucionando a advocacia. Afinal, a excelência no atendimento não é apenas um objetivo, mas sim uma realidade alcançável com a IVi ao seu lado.

WhatsApp
LinkedIn
Facebook
Marcela Andrade

Marcela Andrade

CEO IViJur

Outros Posts »
Olá. Precisa de ajuda?